Influência de fontes de nitrogênio na biometria do melão Cantaloupe 'Hy Mark' sob as condições do Brejo Paraibano (Brasil)

Edileide Natália da Silva Rodrigues, Francisco de Assys Romero da Mota Sousa, Silvanda de Melo Silva, Kagiaany Meirele Santos, Rejane Maria Nunes Mendonça, Paula Cintia Alexandre da Silva

Resumo


O melão Cantaloupe é o mais consumido no Brejo Paraibano, no entanto, seu cultivo ainda necessita ser ajustado nesta região. O objetivo do presente trabalho foi caracterizar a biometria de frutos do meloeiro Cantaloupe cv. ‘Hy Mark’, de plantas submetidas a diferentes fontes e doses de adubação nitrogenada nas condições do Brejo Paraibano. Os meloeiros foram cultivados na estação experimental Chã de Jardim do CCA/UFPB, Areia-PB. Os tratamentos consistiram na utilização de fontes de nitrogênio, na forma de ureia, nas doses de 128 kg ha-1 e 230 kg ha-1 e sulfato de amônio na dose de 230 kg ha-1 de nitrogênio e a testemunha absoluta. Os frutos de meloeiro foram colhidos na maturidade comercial e avaliados quanto ao comprimento, diâmetro, comprimento da cavidade interna, diâmetro da cavidade interna, espessura da polpa e espessura da casca (mm); massa fresca do fruto (g), percentagens de polpa, casca e semente (%); rendimento do fruto (%) e massa fresca da polpa.  A aplicação de adubação nitrogenada foi fundamental para o aumento da biometria do melão. O uso da ureia como fonte, independentemente da dose aplicada, proporcionou o maior diâmetro e comprimento de frutos, além de maior massa da polpa e da epiderme dos frutos. A aplicação de nitrogênio, proporcionou maiores valores das características físicas.

 

DOI: https://doi.org/10.5281/zenodo.3575395


Palavras-chave


Cucumis melo L., Manejo nutricional, Pós-colheita, Qualidade de frutos

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


Broschat, T.K. (1979). Principal component analysis in horticultural research. Hortscience, (14) 2:114-117.

Carvalho, C; Kist, B. B; Santos, C. E; Treichel, M; Filter, C. F. (2017). Anuário brasileiro de fruticultura. Santa Cruz do Sul: editora Gazeta Santa Cruz, 88 p.: il.

Cosme, C. R.; Dias, N. S.; Silva, K. M. P.; Silva, C. V. T.; Queiroz, I. S. R.; Rebouças, T. C.; Fernandes, C. S. (2017). Yield and quality of ‘Gália’ melon grown in coconut fiber under different concentrations of macronutrients in the nutrient solution. Idesia, (35): 4:119-128.

EMPAER – Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão e Regulamentação Fundiária. Disponível em: Acesso em: 10/10/2019.

Embrapa. (1997). Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos. Rio de Janeiro: Embrapa solos, 412 p.

Faostat, Web site of Food and Agricultural Organization of United Nations (2018). Disponível em: . Acesso em: 29/09/2019.

Fernandes, L. F. (2016). Crescimento, produtividade trocas gasosas do meloeiro Cantaloupe sob doses de nitrogênio e potássio. Tese (Doutorado em Agronomia) - Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba, 72 fls.

Giracca, E. M. N.; Nunes, J. L. D. S. Agrolink. (2015). Disponivel em: . Acesso em: 09/09/2019.

Marschner, P. (2012). Marschner’s mineral nutrition of higher plants. London: Academic Press. 3.ed. 669p.

Nunes, G. H. S.; Santos Júnior, J. J. S.; Andrade, F. V.; Bezerra Neto, F.; Almeida, A. H. B.; Medeiros, D. C. (2004). Aspectos produtivos e de qualidade de híbridos de melão cultivados no agropolo Mossoró-Açu. Horticultura Brasileira, (22) 4:744-747.

Pareek. S. (2016). Postharvest ripening physiology of fruits. Innovations in postharvest technology series. Boca Raton: CRC Press -Taylor and Francis Group, 664p.

Queiroga, R. C. F. De; Puiatti, M; Fontes, P. C. R; Cecon, P. R. (2008). Partição de assimilados e índices fisiológicos de cultivares de melão do grupo Cantalupensis influenciados por número e posição de frutos na planta, em ambiente protegido. Ceres, (55) 6:596-604.

Queiroz, I. S. R. (2016). Cultivo do meloeiro em sistema semi-hidroponico sob diferentes concentrações de potássio na solução nutritiva. Dissertação (Mestrado em Manejo de Solo e Água) - Universidade Federal Rural Do Semi-Árido,.

Silva, M. D. C.; Silva, T.; Bonfim-Silva, E. M.; Farias, L.N (2014). Características produtivas e qualitativas de melão rendilhado adubado com nitrogênio e potássio. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, (18) 6:581-587.

Soletto, D.; Binaghi, L.; Lodi, A.; Carvalho, J. C. M.; Converti, A. (2015) Batch and fed-batch cultivations of Spirulina platensis using ammonium sulphate and urea as nitrogen sources. Aquaculture, (243):217–224.

Sousa, F. A. R. (2016) Qualidade e conservação pós-colheita de melão Cantaloupe ‘Hy Mark’sob diferentes fontes de nitrogênio e adubação potássica. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba.

Stefanelli, D., Goodwin, L., Jones, R. (2010). Minimal nitrogen and water use in horticulture: Effects on quality and content of selected nutrients. Food Research International, (43):1883-1843.

Vilela, P. Melão. Portal São Francisco. Disponível em: . Acesso em: 09/09/2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Edileide Natália da Silva Rodrigues, Francisco de Assys Romero da Mota Sousa, Silvanda de Melo Silva, Kagiaany Meirele Santos, Rejane Maria Nunes Mendonça, Paula Cintia Alexandre da Silva

ISSN: 2595-4431

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn